17 dezembro 2011

sem stress

Andando a pesquisar sobre alimentação e outros assuntos encontrei este artigo que em muito fala do que tenho pensado acerca do ritmo de vida que se leva ultimamente e tamém acabea por explicar e alargar outros horizontes, aqui fica ;).

Stress

por Francisco Varatojo

A vida não é possível sem "stress", existe um grau inerente de tensão à vida que precisamente nos faz reagir e adaptar, sobreviver. Com uma mudança de atitude, alimentação e actividade física, pode transformar o "stress" em vitalidade.
(...)
Especialmente, quando os sintomas de um problema que não é problema, de uma doença que não é doença afecta de forma dramática tantas pessoas na nossa sociedade e, paradoxalmente, quando temos tantos artefactos e um estilo de vida que supostamente deviam tornar a vida muito mais cómoda, descontraída e funcional.

"stress" é uma palavra inglesa (que foi adoptada em quase todos os idiomas do mundo ocidental) que significa tensão e é utilizada para definir a sensação de desgaste que os nossos corpos experimentam à medida que nos ajustamos a um ambiente em mudança constante. Na realidade, a vida não é possível sem "stress", existe um grau inerente de tensão à vida que precisamente nos faz reagir e adaptar, sobreviver.

Como influência positiva, o "stress" pode compelir-nos à acção; pode fornecer-nos uma nova consciência e uma perspectiva nova e excitante. Como influência negativa, pode resultar em sensações de desconfiança, rejeição, zanga e depressão, que por sua vez podem dar origem a problemas de saúde como dores de cabeça, de estômago, insónia, úlceras, hipertensão.

Um ponto regra geral não mencionado quando falamos de "stress" é que este é bastante subjectivo e baseia-se muito numa questão de percepção individual: ou seja, nem todas as pessoas reagem da mesma forma aos mesmos eventos, e cada um de nós reage de formas diferentes ao mesmo acontecimentos - os mesmos factores que paralisam de medo ou preocupação alguns de nós, servem para outros como um tremendo catalisador de vitalidade, imaginação e criatividade; há dias (ou horas) em que uma notícia qualquer nos deixa completamente transtornados e outros em que a mesma notícia nos faz rir ao apreciarmos o paradoxo brutal que pode ser a vida. Basicamente, o "stress" é relativo e correndo o risco de poder parecer sádico, o "stress" pode ser altamente positivo.

Quais são então os factores que determinam o nosso grau de "stress"? Como podemos transformar o "stress" em vitalidade? Estas questões são debatidas pelos psicoterapeutas que estudam estas áreas e actualmente existe um número crescente de empresas que tenta incorporar no dia a dia da empresa técnicas que visam minorar a sensação de "stress" vivenciada pelos funcionários.

Há cerca de dois anos fui contactado pela multinacional petrolífera BP/Mobil para organizar um programa eficaz para administrar níveis elevados de "stress" e compraz-me dizer que o "feedback" obtido foi altamente positivo; durante cerca de 2 meses proferi palestras nas diferentes instalações da BP/Mobil onde falei sobre os efeitos da atitude, alimentação, respiração e outros factores na nossa percepção de "stress". Faço-lhe de seguida um resumo dos pontos focados neste programa e espero que estes o possam ajudar também a conviver com este "mal" moderno.

Factores que influenciam a nossa percepção do "stress":

Aspectos Constitucionais - existem pessoas geneticamente mais sujeitas ao "stress" do que outras; nestas, os factores de "stress" tendem a ser amplificados em grande escala e são pessoas stressadas por natureza. Os aspectos constitucionais são, na minha opinião, maioritariamente criados durante o período de gravidez por factores como o estilo de vida e vivência emocional da mãe, influências biológicas (alimentos e bebidas, sono entre outras) e ancestrais (se somos oriundos de uma família de pessoas muito tensas temos grandes probabilidades de nos tornarmos num indivíduo stressado).

Se este é o seu caso, tenha em particular atenção os seguintes factores:

Perspectiva de Vida - aprenda a ser menos competitivo e/ou menos perfeccionista; encare as situações de conflito como um desafio; aprenda a ver os problemas sob um outro ângulo - a maioria das vezes que analisamos um problema qualquer segundo outro ponto de vista, o problema assume características totalmente diferentes; na língua chinesa a palavra crise e oportunidade escrevem-se e proferem-se da mesma maneira, são a mesma palavra. Em situações de crise considere que tem ali mesmo uma oportunidade extraordinária para mudar a situação para melhor. Utilize essa oportunidade como uma alavanca para andar para a frente.

Actividade Física e Modo de Vida - a maioria das escola de psicoterapia modernas considera a actividade física como uma ferramenta valiosa e insubstituível na gestão do "stress". Dê pelo menos um passeio diário de meia hora, pratique um desporto qualquer que lhe dê prazer ou pratique actividades ... que inquestionavelmente ajudam a melhorar a percepção de "stress". Acima de tudo, aprenda a respirar e quando se sentir "a explodir", concentre-se na sua respiração (que está seguramente mais entrecortada) e comece a respirar duma forma mais lenta e profunda.

Alimentação - a alimentação desempenha também um papel fundamental no "stress"; os alimentos que mais contribuem para o "stress" são produtos animais - que nos tornam mais tensos e agressivos e com maior dificuldade em descontrair - e alimentos estimulantes como café, especiarias, refrigerantes. Uma tensão excessiva está geralmente relacionada com níveis de açúcar baixos e sobrecarga do fígado e glândulas supra-renais.
Coma predominantemente alimentos de origem vegetal dando particular ênfase aos cereais e aos vegetais.
(...)
artigo completo aqui neste site

29 novembro 2011

strengh

The LORD is my strength and shield. I trust him with all my heart. He helps me, and my heart is filled with joy. I burst out in songs of thanksgiving.

Psalm 28:7, NLT

13 novembro 2011

Masculino vs Feminino



Quem me dera ter também uma caixa do nada por vezes...
I wish I had too a "nothing box" sometimes...

14 outubro 2011

marriage


Aqui fica 1 cheirinho... as fotografias são muitas pois os fotografos também foram ;), ou seja foram todos os convidados ...

Here stays just a little bit, 'cause there so many pictures ... as there were photographers ;) [ all those that were there ].

31 julho 2011

lead us

sunny boyR. & C.HeLLo
me & rik

Lead me by your truth and teach me, for you are the God who saves me. All day long I put my hope in you.
Psalm 25:5, NLT

27 julho 2011

enquanto dormimos

«Caros Leitores
Há dias atrás, não pude deixar de sorrir ao iniciar a leitura de um texto de Steven Furtick, que dizia: “A melhor coisa que Deus fez para o homem, fez enquanto ele dormia.”
Refere-se, como provavelmente já adivinharam, ao surgir de Eva, a primeira mulher. “Então o SENHOR Deus fez cair um sono pesado sobre Adão, e este adormeceu; e tomou uma das suas costelas, e cerrou a carne em seu lugar. E da costela que o SENHOR Deus tomou do homem, formou uma mulher, e trouxe-a a Adão.” (Génesis 2:21, 22)
E mais à frente, assegura: “E connosco não é diferente.”

Num dia-a-dia que parece tão definido pela dimensão do nosso esforço, pelo nosso empenho em “fazer as coisas acontecer”, pode suceder deixarmos, no horizonte das nossas expectativas, um espaço exíguo, ou mesmo inexistente, para aquilo que Deus fará à margem de qualquer envolvimento nosso. Quase como se só dependesse de nós o “accionar” da bênção do Senhor sobre as nossas vidas, acumulamos frustração pelo facto de acharmos que não conseguimos, que não nos afadigámos o suficiente para chegar lá. Como se fôssemos nós a determinar o mover de Deus.

Jesus ensinou-nos que existe um operar de Deus, que é só d’Ele, que decorre exclusivamente da Sua sabedoria e do Seu poder. Sucede à margem das nossas melhores capacidades, das nossas esforçadas tentativas, da nossa criatividade ou vontade, até dos nossos pedidos em oração. No Seu sábio mover, Ele vai para além de tudo isso.
E contou uma história simples, de um homem que saiu a semear. Depois de toda a semente ser lançada no campo, voltou para casa, com o dever cumprido. Cansado do dia, deitou-se e adormeceu. E enquanto dormia, sem o seu conhecimento nem envolvimento, aconteceu um desabrochar e um crescimento de plantas que o deixa surpreendido ao voltar ao campo, como se “ a semente brotasse e crescesse, não sabendo ele como.” (S. Marcos 4:27). “O Reino de Deus é assim…”, explicou Jesus (Marcos 4: 26).
· Enquanto Mardoqueu dormia, ao Rei Assuero foi “oferecida” uma insónia que o levaria a recordar as crónicas do Reino, o que resultaria numa bênção grande parta Mardoqueu.
· Enquanto Jacó dormia, Deus proporcionou-lhe uma revelação magnífica, relativa à dinâmica da eternidade.
· Enquanto Pedro dormia, um anjo viajava em direcção da prisão onde estava, para o libertar.
Não é o nosso estado de alerta, ou a nossa destreza ou inteligência que opera a mudança desejada, o milagre. É o poder de Deus, só o poder de Deus.
Depois do nosso dia de trabalho, saibamos descansar verdadeiramente, sob a protecção e o amor de um Deus que não dorme nem tosqueneja (Salmo 121:4), guardando em nós as Suas palavras, plenas de verdade: “Aquietai-vos e sabei que eu sou Deus.” (Salmo 46:10)
Uma semana abençoada para si.
Bertina Cóias Tomé »
__________________________________________________________________________________
Esta reflexão foi-lhe oferecida pela Mulher Criativa, uma revista bimestral de inspiração cristã.
Este artigo tem direitos de autor. Não pode ser editado sem a sua autorização expressa por escrito.

23 julho 2011

freedom + love

For you have been called to live in freedom... But don't use your freedom to satisfy your sinful nature. Instead, use your freedom to serve one another in love.
Galatians 5:13, NLT

22 junho 2011

strength

But those who trust in the Lord will find new strength. They will soar high on wings like eagles. They will run and not grow weary. They will walk and not faint.

Isaiah 40:31, NLT

10 junho 2011

licença para casar


Este blogue encontra-se, juntamente com a sua "bloguista", em contagem decrescente para licença de casamento e férias. Deve-se pois a este facto a ausência de posts nos ultimos tempos.

.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.

This blog along with her blogger are in countdown to marriage license and holidays. There for the reason for absence of posts in recent times.

11 maio 2011

Pray

I urge you, first of all, to pray for all people. Ask God to help them; intercede on their behalf, and give thanks for them.
1 Timothy 2:1, NLT

05 maio 2011

joy

Joyful is the person who finds wisdom, the one who gains understanding.
Proverbs 3:13, NLT

16 abril 2011

Presentes caídos dos céus

Ausente destas bandas, mas a viver ao máximo num mundo que me é muito querido, o das crianças.
Em Janeiro deste ano comecei a ser voluntária numa Creche, pois já não conseguia estar por casa, agora há duas semanas para cá, trabalho mesmo com crianças [ cuido, "alimento", brinco e até danço / canto com elas] . Não há nada melhor...

No sábado passado tive a oportunidade de participar num workshop de ilustração, "Como encantar um arco-iris?" com o Paulo Galindro [ pai, ilustrador e arquitecto ]. Que já ilustrou e pintou muita coisa: livros, murais, etc... Tivemos a ver 2 videos de trabalhos do Paulo, assim como originais muito lindos de um livro que ainda ha de vir a sair e de outros. Os videos foram um sobre uma ilustração que fez para Ajudar a Ajudaris e outro sobre o projecto de um espaço para a Biblioteca Municipal de Carnaxide - uma fada chamada Plim. Vimos fazer uma ilustração ao vivo e também tivemos oportunidade de nas horas finais ler e ilustrar um pequeno excerto de um livro. [ noutro dia publico a dita ilustração ]

Entre as várias coisas partilhadas pelo o Paulo e que registei várias, esta tocou-me deveras:
" Os miúdos desenham o que sentem, os adultos o que veem!"
É incrível que em diferentes situações ou conversas cada vez mais me deparo com estas simples verdades e conclusões:
em ser e não em ter,
em sentir [e acreditar] e não em ver...

Afinal de contas já Jesus dizia há muito tempo : " - Se não se mudarem totalmente a direcção das vossas vidas e se não se tornarem como criancinhas, jamais entrarão no reino dos céus."
Mateus 18:3 [O Livro]

pensamento matinal

"Andar de autocarro...
alegra a vista e dá força ao coração"

25 março 2011

Friday Photo

- . . -, a photo by ideiasclaras on Flickr.

" - E coisas novas? " alguma gente me pergunta; mas os tempos tem sido outros. Tempos de pôr em ordem muita coisa: a casa, papeladas muito antigas e até o meu próprio pensar, para que depois as coisas novas brotem do coração.

" - And new things?" someone asks; but lately times have been diferent ones. Times of ordering old stuff at home and also in my own thoughts, so that then new things can be created out of my heart.

23 março 2011

re-post

No meio das minhas arrumações, que já duram há meses encontrei o seguinte poema. Quando pesquisei na internet vim parar ao meu próprio blog, ora aqui fica o post de de dia 15 de Agosto de 2005. ;) Pois ainda hoje faz muito, mas muito sentido e explica o que ultimamente tenho [re-]descoderto em Deus.

"Irás por el camino buscando a Dios:
pero atento a las necesidades de tus hermanos.
En cualquier momento, en cualquier lugar,
entre cualquier compañía, te harás la admirable prengunta de Franklin:
"Que bien puedo hacer yo aquí?"
Y siempre encontrarás una respuesta en lo hondo de tu corazón.
Apareja el oído, los ojos y las manos, para que ninguna necesidad ninguna angustia, ningún desamparo, pasen de largo. Y cuando a nadie veas en el camino lleno de huellas, que relumbran al sol.
Cuando el camino esté ya solitario, vuélvete inmediatamente hacia tu Dios escondido. Si El te pregunta dentro de tí mismo:
--¿Cómo es que no me buscabas, hijo mío?
Le dirás:
--Te buscaba, Señor, pero en los otros.
--¿Y me habías encontrado?
--Sí, Señor: estabas en la angustia, en las necesidades, en el desvalimiento de los otros.
Y El, por toda respuesta, sonreírá dulcemente."

Iras por el camino - Amado Nervo

08 março 2011

Free 2 Be me

Têm sido tempos de altos e baixos, o costume, quando uma "pequena" como eu passa por constipações e uma bela de uma otite, mas graças a Deus, tudo têm o seu fim... e tudo têm o tempo de serenar. No meio de tudo, procuro de repente, quem sou, pois sei quem sou em Deus, mas na minha fraqueza, muitas vezes deixo de o saber. Assim nesta manhã de descanso, procurei algo novo de música que me inspirasse e fizesse chegar de novo a bom porto, como afinal de contas já têm estado a acontecer, basta a tempestade passar... Encontrei uma cantora que não conhecia, chama-se Francesca Battisteli e aqui fica um dos seus únicos videos, espreitem aqui; chama-se "Free to be me" e não é mais nem menos do que o que preciso :]. Aproveitem e deliciem-se com esta voz simples e quentinha que descobri.
Ah e já agora BOM dia da Mulher ; ) !!

It has been times of ups and downs, but well it's the old same story... as this "little girl" passes by several colds and a bad otitis; but Thanks God everything has it end and everything has its time of calming down. So in the middle of all this it happens I lose my self and do not know really who I am, I know who I am in God, but in my weakness, many times I forget my self of He made me to be. So in this morning, as it is a holiday, I went on searching for some new music that could inspire me and made me go back to my path, as already I'm going, that happens as the storm goes away... I found this singer, that I din't know, her name is Francesca Battisteli and here you have one of her only videos, check it out here; it's called Free to be me" and it's just all I need :]. Have fun and delight yourself in this simple and warm voice I've discovered.
Ah just remembered now, Have a Great Woman's DaY!!

02 março 2011

pensamento matinal


Por que lado deverei ir?
[ fotografia tirada de dentro do autocarro a caminho da Creche onde faço voluntariado, ao pensar nas diferentes areas onde gosto de trabalhar]

...
crianças, brinquedos, equipamento didático
vitrinismo
animação
fotografia
...

26 fevereiro 2011

Time 2 FEeL

Já passou algum tempo, dede postei aqui alguma coisa. eu sei...
{acho que vai dificil abandonar este blogue para utilizar o novo, no site jimdo, não gosto do blogue por lá, não o acho prático...}
Mas já que ganhei balanço para colocar mais fotografias no meu Flickr, aqui fica este...
... momento em que me senti miuda outra vez !

The time passes by since I last posted something here, I know...
{but since I can not manage with my blog on Jimdo and it's gonna be hard to leave this one...} And since now I've been updating my Flickr lately, here goes this...

...moment that took me back when I was a little girl !